TRUMP(A)

A MORTE E A DONZELA

[escrito em 24/4/2008; editado em 20/11/2011]
Secundando a "ambiência" do poema Angústia ao amanhecer, da Gabriela, deixo no podcast do Ai Jesus! proponho a audição do 2º andamento do Quarteto nº 14 de Franz Schubert, "A Morte e a Donzela", um quarteto que evoca musicalmente, numa linguagem musical poderosamente interiorizada, a ideia romântica da morte.




Este andamento tem por motivo a ária trágica do lied "A Morte e a Donzela", composto em 1817. "Nada temais, diz a Morte. Dá-me a tua mão, sou tua amiga".
"Var. 1. Dramática, desamparada, sobre os pizzicati do violoncelo e gritos abafados do primeiro violino.
Var. 2. Tema doloroso no violoncelo cuja calma é contrariada pela agitação inquieta dos outros instrumentos.
Var. 3. Galope terrífico, furioso, repetição obstinada de um ritmo dáctilo rápido, com queixas lancinantes no agudo do primeiro violino.
Var. 4. Em Sol M, pura e calma, com figurações negligentes do primeiro violino.
Var. 5. Regresso a uma agitação desesperada, mas, numa breve coda, o tema é esboçado pianíssimo em maior, evocando a paz da morte".

(Roland de Candé - As obras-primas da Música: 2. De Rossini a Berg. Porto: Asa, 1995, p. 363-364)
[o quarteto, lido pelo Quarteto Amadeus, está aqui.
acompanha-o o quinteto A Truta: está aqui.
A leitura do Quarteto Alban Berg está aqui.]
escrito por ai.valhamedeus

3 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

Muito bonito. Você tem efectivamente um gosto musical muito apurado. Obrigada pela ambiência. Alguém já afirmou que a música, sobretudo a clássica, eleva o espírito; e eu concordo e assino de cruz.
Se não estou em erro,(estudei isto na Faculdade, mas já lá vai tanto tempo!)o Schubert fez a música sobre um poema de Schiller com o título precisamente "A Donzela e a Morte". Equivale mais ao menos ao nosso poema ultra romântico "O Noivado do Sepulcro"
gabriela

Anónimo disse...

Tmbém gosto demais do quarteto n. 14 de Schubert.Alguém tem o poema de Schiller?

Anónimo disse...

Lindo de ouvir num dia melancólico de domingo chuvoso de outono. Ponham as vírgulas onde Vos aprouver!
Reitero a minha opinião quanto ao seu gosto musical. E aos gostos musicais, o que não é a mesma coisa.
Gabriela
P.S. Pode não vir a propósito, mas não deixem de ver o filme "Os Idos de Março". Se me permitem a sugestão. Daquela terra não vêm só armas de destruição maciça