TRUMP(A)

PALMA INÁCIO (1922-14/7/2009)

Nasceu em Ferragudo, perto de Portimão. Palma Inácio foi o revolucionário mais romântico da nossa vida. Assaltou o Banco de Portugal, fundou a LUAR, onde estava a Helena, a filha do José Afonso. Desviou o avião de Casablanca, evadiu-se duas vezes das prisões. Um indómito revolucionário. O orgulho de todos nós que acreditávamos que era possível fazer diferente. Morreu no PS. Fim inglório, de facto. Continuo a admirá-lo, malgré tout. Quando Cavaco não o quis condecorar, ele disse
“assaltante de bancos, eu?”
O meu patrono, José Correia, comentou
“não, és depositante?!”.
Não era depositante, é verdade, mas não deixa de ser um homem extraordinário.

escrito por Carlos M. E. Lopes

1 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

até que enfim que alguém se lembrou como Palma Inácio foi marcante na época e como marcou as nossas vidas. Não era só Palma Inácio que era romântico, os restantes também.....vinham na clanestinidade ao País e visitavam os amigos "por saudade" a seguir os amigos tinham a policia à perna.....tempos de sofrimentos mas também gloriosos