TRUMP(A)

VOU-ME EMBORA POR AMOR

O presidente da câmara de uma cidade americana, no Texas, foi-se embora, sem tomar posse, porque se apaixonou por um Mexicano.

Há aqui três questões. A primeira, abandonar-se um cargo político por questões de amor
(ainda por cima homossexual).
Segunda: a pessoa em causa, Lown, não quis servir-se do cargo para beneficiar o seu namorado, um ilegal. Terceiro: apesar de a cidade em causa ter 88 mil habitantes, pagava ao seu presidente, em tempo parcial, a quantia de 426 dólares
(para aí 280 euros).
Um exemplo em toda a linha. Apesar de o Bush viver por esses lados…

escrito por Carlos M. E. Lopes

0 comentário(s). Ler/reagir: