TRUMP(A)

NA ESEN, WIKI POÉTICA

O wiki está na moda. Já está há algum tempo
[e o caso com mais notoriedade é a Wikipédia. Notoriedade e êxito -- tanto êxito, que terá estado na origem da decisão da Microsoft de descontinuar a sua enciclopédia, a Encarta].
A moda chegou agora
[com o patrocínio da nova direcção?]
à Escola Secundária Emídio Navarro de Viseu, cujo sítio na Internet solenemente anuncia:
Uma ideia com futuro assegurado, sobretudo atendendo a que tem, visivelmente, origem em poetas: na página principal
[o clássico átrio de entrada dos projectos wiki]
lê-se, discretamente rimando como se pode ler na imagem abaixo, que
Este sistema encontra-se ainda em configuração e parametrização.
Pedimos compreensão por qualquer alteração inesperada.
Não disfarçando a rima, o equivalente seria:
Este sistema encontra-se ainda em configuração
e parametrização.
Pedimos compreensão
por qualquer inesperada alteração.
A bem da poesia...

escrito por ai.valhamedeus

15 comentário(s). Ler/reagir:

jcosta disse...

Escreveu Levi Trevisan que a poesia é a mínima distância entre o sentimento e o papel. Ainda que o papel seja - aqui - uma metáfora ecologicamente etérea, o prenúncio de uma wiki, feita nesta mínima distância,
merece uma saudação
parametrizada,
mesmo se inesperada
demora... a configuração.

CM disse...

Frio, frio, ai meu Deus!

Pelo que me contaram, este sistema wiki nasceu da livre e espontânea vontade de uma equipa que trabalha nestas "coisitas". Não por iniciativa da direcção, como se pode sugerir na pergunta.

Anónimo disse...

A rima também está na moda. Enquanto alguns poetas usam a rima para criticar o mundo que o rodeia e outros se preocupam com a imagem, existem outras pessoas que consideram a Wiki uma ferramenta para o Ensino/Aprendizagem… uma grande aposta para as escolas e muito usada nas universidades… uma ideia fantástica, o início de um grande projecto mas por “culpa” de uma rima ou de uma identidade hoje não encontrei o link da Wiki na plataforma Palcos Virtuais… será que tudo isto não passou de uma ideia? Assim vai o mundo nas escolas e em Portugal!

Anónimo disse...

Realmente deixei de ver a opção Wiki na página da ESEN... Também nunca tinha lá ido...
Porque retiraram?

CS, Gaia disse...

A meu ver, se foi retirada, é grave!
Porque pode ser que esteja temporáriamente desabilitada. Pedagógicamente pode vir a ser uma ferramenta que incuta um espírito de partilha de saber e a construção de conhecimento com suporte da WWW e das TIC, podendo ser uma mais-valia e um mecanismo complementar de avalição de outros conhecimentos e de esforço de pesquisa.
Também, se nasceu há dias, não é de estranhar que não possua ainda conteúdos, tanto mais que para estes aparecerem terão de conhecer o espaço onde os podem colocar...
Possuo ligações familiares a Viseu e escola mencionada, onde a minha esposa já foi docente, sempre me pareceu inovadora no uso da tecnologia.
A ver vamos..., como dizia a minha avó!

Anónimo disse...

O termo Web 2.0 é utilizado para descrever a segunda geração da World Wide Web -tendência que reforça o conceito de troca de informações e colaboração dos internautas com sites e serviços virtuais. A idéia é que o ambiente on-line se torne mais dinâmico e que os usuários colaborem para a organização de conteúdo.
Pena é que certos professores só tenham dinâmica em manifestações do sindicato.

Ai meu Deus disse...

Ó último anónimo,

essa dos "certos professores" que só têm "dinâmica em manifestações do sindicato" -- essa é para mim? Mmmmmmm.... pergunto, porque são públicas e assumidas as minhas ligações ao sindicato (ainda que com pouca dinâmica).

Suponho que não serei visado, particularmente porque, em relação à web 2.0, tal como em relação à web 1 -- ou mesmo à web 0.0 ;-) -- não sou propriamente gajo para receber admoestações. Mas, como nunca se sabe -- e como gosto de falar claro...

Ai meu Deus disse...

A web 2.0, pela sua própria natureza, tem algumas incompatibilidades com espíritos menos dados à controvérsia -- quero dizer, à discordância de opiniões. Não consta que Berlusconi tenha domínios nesse domínio -- e não é por acaso que os não tem...

Dito de outro modo: ou se assume o carácter democrático da web 2.0 (e os riscos inerentes) -- ou a web 2.0 é uma treta inócua. Não sei se o "sistema wiki" da ESEN foi retirado (não tenho os canais de informação necessários). Mas, se foi, isso não me causaria grande surpresa...

Anónimo disse...

Porquê não lhe causaria surpresa? Explique-se sff homem de "Deus"!

Anónimo disse...

Querem ver que por causa de uma

Rápida
Intervenção
Máquina que
Administra

a quase-nada wiki já foi?

Onde anda o sentido de humor dos seres humanos?

Vejam o peso de um blog e da web 2.0 e não levem nada desta merda a sério. Como diria o saudoso Raúl Solnado: Façam o favor de ser felizes...
:-D

Anónimo disse...

Coitada da Wiki! logo à nascença a levar com o lápis de duas cores(?!). Querem ver que mesmo depois do tal ps ter "levado", ainda há malta que não deu por nada?
Não se levem tão a sério, a sério.

Ai meu Deus disse...

Para o/a anónimo/a que me pede explicações: porquê não me causaria surpresa? Porque (citando-me a mim próprio) "A web 2.0, pela sua própria natureza, tem algumas incompatibilidades com espíritos menos dados à controvérsia -- quero dizer, à discordância de opiniões".

Anónimo disse...

"Numa altura em que a Web 2.0 já se estabeleceu na vida dos internautas, que diariamente frequentam redes sociais como o Facebook e o Twitter, está na hora de abrir as portas à Web 3.0, o passo seguinte da evolução tecnológica num mundo em que as máquinas se aproximam cada vez mais do universo da inteligência artificial."

Onde?????

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1389325

Anónimo disse...

Nem queríamos tanto; bastava-nos a inteligência. Artificial é quase tudo, excepto os tiques.

Ai meu Deus disse...

Desiludam-se tutti quanti. Este blogue não tem a força que um comentário sugere que tem. O motivo do desaparecimento do wiki não foi o Ai Jesus! (que se limitou a publicitar a iniciativa, por a ter julgado interessante -- a brincadeira da rima foi só isso: brincadeira), mas um outro qualquer que, ou me engano, ou é mais abrangente (no sentido em que ultrapassará as fronteiras do wiki).

...palpit(açõ)es da minha intuição masculina!...