TRUMP(A)

QUAL É O PROBLEMA DE O GOVERNO CAIR?

Anda muita gente
[de esquerda, de direita e de assim-assim]
preocupada com a crise política. Preocupada com evitar a queda do governo.

Está bem! mas eu pergunto: qual é o problema de o governo cair? que caia! Eu até acho que o governo devia cair por ele próprio. Quero dizer, atirar-se, ele próprio, aos trambolhões por uma ribanceira abaixo. E vou explicar porquê.

O governo, pela mão do primeiro, candidatou-se, há uns tempos, à governação, com um programa. Ganhou as eleições: está bem! deve executar o programa!...

Parece que, logo a seguir, o governo verificou que não podia governar com o programa com que se tinha candidatado. Fez uns ajustes. Está bem!... com algum/muito custou, a gente aceitou. Mas, de ajuste em ajuste, o governo chegou à conclusão de que, com o programa com que se candidatou, era impossível governar. Não há problema! cai o governo, voltamos a eleições, o primeiro do governo apresenta novo programa eleitoral
[explica aos eleitores que tem de subir o IVA para 23%, jura sobre a Bíblia que vai baixar os salários da função pública, promete aumentar um bocadinho o desconto para a aposentação,... ],
e pede votos. Ganha? Está bem! cria governo, executa o novo programa de acordo com o que jurou e prometeu...

Se assim não for, bomba nesta democracia!

escrito por ai.valhamedeus

3 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

É isso mesmo. Já o digo há muito tempo. Um partido que se apresenta a eleições e diz não ir aumentar os impostos e depois aumenta, deve demitir-se (se for decente) ou ser demitido (se não for pelo seu pé). Agora estes gajos acham-se insubstituíveis. Que fazer? Correr com eles até aprenderem.
Abaixo este governo e todos os que mentirem.

Carlos Lopes

São Rafael Arcanjo disse...

Bom, também não é bem assim. Um partido faz umas promessas e ganha as eleições. Toda a gente sabe por experiência própria e pela história, que os governos ganham as eleições para cumprirem as suas promessas muito honestamente. O que acontece é que há sempre uns desgraçados (sejam eles a oposição invejosa que sempre cumpriu as suas promessas ou uma crise qualquer) e vai daí o pobre governo já não pode cumprir as suas promessas.
Não há razão nenhuma para se demitir, porque a culpa não é do partido nem do governo. A única coisa decente é fazer outras promesas. Se tinham prometido não aumentar os impostos, agora prometem aumentá-los. E podem fazer isto porque ganharam as eleições e o apoio popular.
Se mesmo assim não podem cumprir estas promessas, é só fazer outras.
Tás a perceber ou tenho que fazer um desenho?

Ai vanha-me deus. É tudo tão simples...

salazarfujaqueiro disse...

Vira o disco e toca o mesmo! Eles é que se enchem e nós pagamos! O povo anda cego! Quer é festas e futebol!