TRUMP(A)

DEMAGOGIA E PREPOTÊNCIA?!





Manuela Ferreira Leite escreve no Expresso.

Nos tempos que correm, a menos que as suas lucubrações fossem sobre teatro ou cinema, não tinha a mínima intenção de lhe soletrar vogais ou consoantes que fossem, mas, a menos que de teatro se tratasse, maleita não havia de ser, dei por mim, mudando de ideias, às voltas com o guarda-roupa, tentando descobrir a conveniência da fatiota. Diz a senhora no Expresso, depois de um bem expressivo título
[Demagogia e prepotência]
que
“Reduzir rendimentos legitimamente auferidos, como é o caso de salários e pensões, corresponde a tributar esses rendimentos com uma taxa elevadíssima que não existe no nosso sistema fiscal. É uma medida prepotente que só se aplica a alguns e que é irracional porque não ajuda o problema orçamental e agrava a situação económica.”
Sabendo eu
[e muito mais gente o terá descoberto]
que o partido de MFL, por actos e omissões, tem sido a muleta do governo, amparando estas malfeitorias [e as outras], só posso mesmo concluir que os deputados do PSD e principalmente as deputadas, para além de fazerem teatro, dentro e fora do parlamento, também escrevem o enredo e gostam da boca da cena. Bem sei onde o Molière devia dar as pancadinhas... Sei, mas não digo
[e não, não é onde estão a pensar].
Podem conferir tudo aqui

escrito por Jerónimo Costa

0 comentário(s). Ler/reagir: