TRUMP(A)

DO CONTRA [83] blasfémias

O dia de hoje está a ser muito intenso.
  • Um Papa morto, que já sabíamos manhoso
    [a que distância está a manha mediática de João Paulo II (jota-pê2) da candura de Paulo VI ou João XXIII!]
    foi hoje declarado beato. Tu és um beato! era das coisas más que se podiam ouvir, há uns anos atrás. Mas, hoje, fiquei feliz ao ver, nas tvs, o ar de alguns homens e mulheres em Roma: o ar feliz de quem se teria vindo ao ver alçar-se o pano que tapava o beato rosto, ainda não decrépito, de jota-pê2.

  • Hoje é também o Dia da Mãe. Amanhã não será. Prontoss! Ontem também não foi. Prontoss! Que as mães tenham pelo menos um dia! Cá por mim, concordo
    (já mandei, por via smsiana indirecta, 2 beijinhos à minha. Que Deus no-la conserve, por muitos anos!).
  • Hoje é também o Dia do Trabalhador. Em vários sentidos, incluindo neste, bué da chato: há trabalhadores a trabalhar, hoje, sem que estejam a cumprir "serviços mínimos" -- estamos em crise, dizem-nos. Ontem também foi Dia do Trabalhador. Prontoss! Amanhã também será. Prontoss! Que Deus os/nos liberte desta tragédia -- e de outras, como o fmi!

  • Hoje também é Dia do Senhor. Há oito dias, também foi. Prontoss!Daqui a oito dias, voltará a ser. Prontoss! Que é que lhe havemos de fazer?!...
Mas algumas destas coincidências deveriam ser proibidas. Por lei humana ou divina, tanto faria. O Dia do Trabalhador e/ou o Dia da Mãe não deveriam nunca ser no Dia do Senhor. Primeiro, porque o Senhor é Deus-Pai e não Deus-Mãe. Segundo, porque o Senhor
[como lembrou Saramago, em tempos antes de se encontrar com o Senhor]
trabalhou 7 dias e depois entrou na sorna, até hoje: o que é um atentado aos divinos direitos do Trabalhador
[ou, talvez antes, um exemplo a mostrar aos patrões que querem mudar para as calendas o descanso/a reforma dos trabalhadores].
escrito por ai.valhamedeus

15 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

Veja lá se reduz os lamentos... é tudo mau, paciência. console-se ao saber - porque o sabe - que já foi bem pior.
as pessoas adoravam os santos porque eram obrigadas, trabalhavam- não 7 ou 8 horas mas 17 ou 18 porque eram obrigadas, santificavam os dias porque eram obrigadas...
agora nada disto acontece - excepto quando os esquerdistas querem obrigar os trabalhadores a não trabalharem para comemorarem as suas datas, comportamento que afinal os iguala à igreja que criticam. Trabalha-se 7 horas e resto é conversa, quando a conversa não é também o motivo de passar o tempo de trabalho... em vez da igreja no dia santificado vai-se para o shopping. em vez de se trabalhar quando o patrão quer faz-se greve e reivindica-se aquilo a que não se tem direito...
como vê, não há razões para tantas lamúrias... quando os esquerdistas que nos empobreceram - nos governos e fora deles - acabarem por destruir a pouca produção, distribuindo irmamente o que os outros ganharam, estaremos no paraíso, onde é claro não correrá leite e mel, mas fome e desespero... enfim, são gostos, mas como o senhor escreve, o dia de amanhã será igual ao de hoje, com as mesmas celebrações e com iguais ilusões.

Anónimo disse...

Ai, valha-me a Virgem de Fátima! Salazar e o seu amigo Cerejeira não teriam dito melhor.
O esquerdista

Anónimo disse...

Ó anónimo, veja lá se me diz quem foi o esquerdista que comprou os submarinos e recebeu as luvas dos alemães, que eu quero a minha parte. Já agora diga-me quem são os esquerdistas que puseram os 15 mil milhões de euros em offshore, que eu quero a minha parte. E do BPN, desse grande esquerdista que por acaso é do PSD.
É verdade que esquerdistas houve que andaram a ocupar casas, no PREC, e que agora são do PSD, mas que eu saiba não distribuiram nada pelos outros.
É com gente esclarecida como este anónimo que eu vou votar.
Duque de Aveiro

Anónimo disse...

luvas só para o inverno... é ridículo um país que tem o maior - ou quase o maior - mar do mundo nem um submarino tenha.
se puseram o dinheiro em offshores desde que fsse deles que é que vocês têm com isso?
o BPN é um caso de polícia que os esquerdistas - palavras deles - do PS fizeram o povo pagar.
os esquerdistas ocuparam e roubaram o que não lhes pertencia como muito bem diz, deram os territórios africanos aos respectivos povos mas mandaram para lá os amigos cmunas da URSS, Cuba, China... e trouxeram para cá quase um milhão de almas que colocaram no estado em detrimento dos que cá estavam, que cá trabalhavam e que cá passavam mal e passaram a passar pior...
você como eu e os outros temos direito ao que conseguirmos criar. crer distribuir o que não é nosso, como a história mostra, é meio caminho para todos ficarmos pobres ou pobrezinhos.
veja que até os esquerdistas chineses inteligentemente abandonaram essea postura e em consequencia enriqueceram o povo. tal como querem fazer os cubanos esses cada vez mais desgraçados...
De facto está tudo dito quando um duque (mesmo que ironicamente) quer viver á custa do trabalho alheio. Não é nada de extraordinário, foi assim que sempre viveram, quando o mundo era muito mais pobre e desigual, apesar de tudo...
Eu sei que há gente que se tem por muito esclçarecida, por isso lhes peço perdão por tantas atoardas... da minha parte é claro... já agora os esquerdistas também costumam apregoar o valor da modéstia, algo que por aqui parece não ter lugar...
Um bom futuro para os duques, os reis, o povo e os animais, bem como para toda a natureza... mas não é com a distribuição dos esquerdistas que ele se consegue. pensem em criar antes de distribuir vão ver o que custa a vida...

Ai meu Deus disse...

Ó anónima direitista (palpita-me que seja uma mulher... intuição masculina...),

A minha tese e os meus argumentos são estes: "Mas algumas destas coincidências deveriam ser proibidas. Por lei humana ou divina, tanto faria. O Dia do Trabalhador e/ou o Dia da Mãe não deveriam nunca ser no Dia do Senhor. Primeiro, porque o Senhor é Deus-Pai e não Deus-Mãe. Segundo, porque o Senhor [como lembrou Saramago, em tempos antes de se encontrar com o Senhor] trabalhou 7 dias e depois entrou na sorna, até hoje: o que é um atentado aos divinos direitos do Trabalhador".

A anónima tem algum argumento contra? Ou acha que a minha argumentação, para além de ser esquerdista, tem mais algum defeito? E o que acha do cartoon que foi afixado noutro "post" com o conselho da freirinha? E o que acha da beatificação do pau do Papa? E, já agora, o que acha da nossa proposta de um segundo Nobel da Paz para o esquerdista Obama?

(Uhmmmm... deixe lá ver se eu adivinho: teoria da conspiração esquerdista...)

Acerca da morte santa do Bin, só preciso que me diga se o gajo era direitista ou esquerdista. O resto, já eu adivinho: se era esquerdista, foi bem feito; se era direitista, foi um pecado. Mas, tendo sido morto a ordens do sacana do esquerdista Obama, o Bin deveria ser direitista: adivinhei?

Só uma última pergunta: são muitas, as perguntas que ficaram atrás?

Membro da «opus comprei» disse...

Meu querido Anónimo (direitista com muita honra e parece que com algum proveito):

Deixe falar. Neste blog é tudo uma cambada de invejosos. Veja bem que agora até querem beatificar o Obama (Osama nas alturas!). Querem mas não podem, porque as nossas igrejas já estão cheias de beatos e beatas. O novo beato polaco só à sua conta fez quase um milhar. O futuro beato alemão já tem no seu haver umas largas dezenas. Entre os dois já fizeram mais beatos e beatas do que todos os papas dos últimos cinco séculos! Isto é que é trabalhar.

Estes esquerdistas querem confundir as mentes fraquinhas com essa história de que alguns patriotas não esquerdistas se beneficiaram com a compra de uns submarinos. Tudo foi feito debaixo de água porque eram submarinos. Se fossem aviões tudo teria sido feito nas núvens. E o dinheirinho cobrado debaixo de água foi parar ao offshore de algum ilhéu para poder ser visitado em submarino. Tudo tem uma explicação lógica. Os esquerdistas é que andam sempre com maus pensamentos.

Você parece seguro, mas turvado pelo pau do papa. Ignorantes é o que eles são. Então o papa não havia de ter pau? Se sempre foi o símbolo do poder na nossa igreja (desde a inquisição antiga que meteu na ordem tipos brutos como o Galileu, até à inquisição moderna que meteu uma rolha na boca de tipos ignorantes como o Kung e o Boff e que elevou ao papado o cardial que a dirigia, o nosso Bento XVI)!

Devemos continuar a instruir estes pobres esquerdistas que não sabem nada.

Disponha sempre. E recorde que o exército azul venceu o exército vermelho mesmo sem submarinos. Isso é obra!

Anónimo disse...

Boa "Opus Comprei". Mas será que o/a direitista percebeu?
Esta gente tem o FMI à perna e deita a culpa para os outros. Por estas e por outras é que o FMI, e quejandos existem. Estes distraídos ainda não perceberam que a máxima dividir para reinar é aplicada pelo capital. Que se não conforma com as conquistas sociais dos trabalhadores. Cristo também expulsou os vendilhões do templo e o que foi que lhe aconteceu?

Anónimo disse...

vão mas é trabalhar e quando ganharem muito dinheiro distribuam-no irmamente. é que distribuir o que os outros ganham é fácil... já agora façam publicar os fundos de solidariedade onde aplicam aquilo que lhes sobra... que em toda esta miséria quase todos vós, esquerdistas, são apenas uns "acomodados" para não dizer burgueses de bom gosto...
não gozem com os pobres, ajudem-nos...

Anónimo disse...

Não deveria antes dizer: vamos mas é trabalhar? Que argumentos tão tristes,e "chavosos", anónimo/a. Que lástima!
E você, qual é o seu pobrezinho favorito? Está enganado/a, o governo é que deveria ser questionado quanto ao encaminhamento dos nossos impostos. Para fundos de beneficência e instituições de solidariedade é que não será. A julgar pelos pobres.
Infelizmente, nem para as nossas pensões.
Informe-se, informe-se. E depois já pode dizer de sua justiça.
Madalena Arrependida(de, em tempos, ter votado no partido dito socialista)

Anónimo disse...

Afinal qual é o grau da vossa democracia? Vocês estão certos e os outros errados? Vocês estão bem informados e todos os outros que não partilham a vossa informação são uns cretinos. Já percebi esse argumento.
Para que percebam de uma vez por todas, se quiserem perceber é claro, pois até para isso é preciso boa vontade: os países esquerdistas são mais pobres que os outros países, verdade ou mentira? os indivíduos já não querem sociedades sem classes por perceberem que são um forte contributo para a pobreza geral, verdade ou mentira? Mesmo os países prósperos mais esquerdistas, como os do norte da europa, assentam a riqueza e a distribuição da mesma na livre iniciativa, verdade ou mentira? para quem gosta de factos...
vejam lá se aprendem alguma coisa com a história e se não ficam presos, como estão os esquerdistas em protugal e em países miseráveis como o nosso, à ideia de que gerar riqueza é um crime e que quem gera a riqueza tem pr obrigação sustentar os indigentes e os "sornas" que querem ter uma boa vida com os recursos que outros geram...
só uma última nota: a distribuição deve fazer-se de acordo com a produção e as ideias que geram a riqueza. o vosso discurso, acho que até Marx e seus seguidores já não convenceria. Por alguma coisa somos dos pobres mais pobres da europa e não é por termos sido governados por liberais ou ultraliberais como gostam de apregoar. Comparem a nosso miséria á riqueza do Japão, dos UEA, da Alemanha... um pouco de bom senso até a vocês ficaria bem, que como disse anteriormente, não deixam de ser uns pequenos burgueses acomodados a um rendimento que nada tem que ver com o daqueles milhares de portugueses que realmente sofrem com a crise continuada em que o esquerdismo tem mergulhado Portugal.

esquerdista sorna-quanto-pode disse...

Ó anónimo/a direitista,

diga lá uma diferença substancial (a nível da ideologia) entre os social-democratas que têm governado os tais países nórdicos ricos e os social-democratas -- ps(d)-- que têm governado Portugal.

Se não conseguir encontrar uma diferença (o que é provável), cá por mim contento-me com meia.

Membro da «opus comprei» disse...

Meu/minha querido/a anónimo/a:

Quem assim escreve não pode ser gago. Essa de que os países direitistas são mais ricos do que os países esquerdistas nem a mim me teria passado pela cabeça. Argumento de sábio, de pesquisador sério. Assim é que se arrumam os desinteligentes deste blog, a começar pelo ai-valha-me deus. A sua sagaz perspicácia deixou-me aturdido, obnubilado, ofuscado.
Toda a gente sabe que Portugal era mais rico do que a Alemanha quando era governado pelos direitistas. Por isso é que o dinheirito dos submarinos não fez falta nenhuma. Só os cegos não podem ver que o Haiti e o Burundi, por exemplo, estão no rabo do mundo porque sempre foram governados por esquerdistas desalmados. A China está a afundar-se com o peso dos nossos euros, porque tem a sorte de ter um governo direitista quase à altura dos nossos socialistas e sociais-democratas. Tudo isto sem contar que o grande economista António de Oliveira Salazar nos colocou à cabeça da Europa por 4 décadas.
Sabe, meu/minha caro/a, estes esquerdistas têm é inveja de não terem a mente privilegiada de um Paulinho Portas ou de um Pedro Coelho que já estão a chegar para darem uma sova económica à Alemanha, à China e aos Estados Unidos. Deixe-os falar...

Sou o seu maior admirador.

Anónimo disse...

Eu gosto deste/a direitista, palavra! Em duas , que digo eu, uma penada dá-nos uma lição de economia, de política, de sociologia, de trabalho, de Marx (que nunca deve ter lido). Sei lá eu que mais. Curvo-me perante tanta sabedoria e informação. Acho que não vou ler mais nada em toda a minha vida. Bastam-me estes ensinamentos.
Duque de Aveiro

Anónimo disse...

Há argumentos para tudo. não vale a pena estarmos para aqui a conversar sem motivo de conversa. falam-lhes nas evidências, respondem com a ideolgia... cada vez me convenço mais que um dos problemas dos portugueses é de facto a inveja... não toleram os ricos, porque, não sendo pobres, têm inveja de não serem mais ricos do que eles, não toleram os direitistas, embora vivam exactamente como eles, porque têm inveja que de facto, contra a vossa ideologia, consieguem mais riqueza e mais bem estar para os povos... o que realmente são é uns totalitários que gostariam de submeter o povo à vosssa ideologia, para fazerem como os vossos mentores fizeram, e continuam a fazer: juntar grandes fortunas pessoais com o sucessivo empobrecimento do estado e colocá-las nos países ricos, para poderem, juntamente com os vossos, desfrutar de tudo a que os ricos têm direito...
Chega de inveja. devemos lutar pelos nossos ideais, mas não podemos ser cegos ante as lições da história... devemos divulgar convictamente os nossos princípios, sem contudo os impor seja a que preço for...
a humildade ficava-vos tão bem...

Membro da «opus comprei» disse...

Não há dúvida que você está a aprender. É tudo inveja. Estes anónimos esquerdistas gostariam de ser ricos como nós, mas não são capazes de aceitar que também são direitistas. Você é honesto e humilde. Aceita que é direitista (honrado com a proximidade de inteligentes e ricos salazares, portas, coelhos, papadocs, babydocs, videlas, pinochets); aceita que é rico porque inteligentemente soube aproveitar as benesses que a direita sempre deu aos seus; aceita que é humilde porque nem todos os ricos têm que andar a mostrar os jaguares que honestamente ganharam por ser direitistas; aposto que no natal você dá esmola a uns quantos pobres que por ignorância não souberam fazer-se ricos embora sejam direitistas.
Com muita gente como você não estaríamos agora a abrir a porta a S.Exa FMI (um respeitável senhor que nós inventamos para impedir que os esquerdistas se aproveitem da nossa massa).
Receba a homenagem deste seu admirador.