TRUMP(A)

DIA MUNDIAL DO PROFESSOR

Abundam os lamentos à míngua de qualquer razão celebrativa. Talvez por isso seja oportuno convocar Ésquilo e, num assomo realista, reler-lhe as palavras que, agora com cada vez maior adversidade, fazem de Prometeu o patrono dos professores:

«Hefestos, a ti cabe cumprir as ordens de que teu pai te incumbiu:
A estas rochas de cimos escarpados prender este bandido com grilhões,
que não quebrem, de cadeias de aço.
Pois que a tua glória, esse brilho do fogo,
criador de todas as artes,
ele o roubou para dar aos mortais;
tal o crime
por que há-de prestar contas aos deuses,
a ver se aprende a aceitar o poderio de Zeus
e a deixar o costume de ajudar os homens.
»
[Esquilo, Prometeu Agrilhoado, 3-11]

escrito por Jerónimo Costa

0 comentário(s). Ler/reagir: