TRUMP(A)

ESTOU MARAVILHADO POR VIVER EM PORTUGAL

Estou maravilhado por viver em Portugal em 2012.

Temos o melhor governo dos últimos 2.000 anos
(até já conto com os anos em que nem sequer existíamos como país),
ou pelo menos o mais esclarecido de todos.

Se não, vejamos as regras base
(básicas? ordinárias?) 
do plano de governo para este ano e próximos:

problemasoluçãoefeito
desempregoemigraçãoredução população
doençaAumento custos de acesso --> morteredução população
velhice Diminuição das reformas --> morteredução população
educaçãoServiços mínimosignorância; resignação
revolta socialalarmismo mediáticosilêncio e resignação

No fundo, se tudo correr de acordo com o planeado, em breve teremos um país rejuvenescido, com pleno emprego, ignorante e obedecedor, mas de apenas 250.000 pessoas
(o Governo e seus boys)...
Mais a sério, com este tipo de medidas e de atitude só se poderá esperar que até 2013:
  • todos os potenciais “cérebros” do país se mudem para outro país, contribuindo decisivamente para o crescimento alheio (e às expensas de Portugal, que os formou...);
  • aumento brutal de criminalidade e med;
  • graves situações de fome e desespero
(os funcionários públicos e outros funcionários que se regem pela tabela salarial da Função Pública, reformados e pensionistas serão afectados em mais de 20% do seu salário anual; as contas não param de crescer...);
  • desaparecimento de consciência individual (deixamos de viver para passar a sobreviver).
Sr. Primeiro Ministro, faça uma conta básica, por favor:
se tenho menos 20% de receita e a despesa aumenta em pelo menos 5% como vou conseguir fazer no próximo ano? Deixo de pagar a casa? Deixo de pagar a comida? Deixo de pagar a universidade? Deixo de pagar as contas básicas (água luz e gás)? Vou a pé para o trabalho (que fica a 15 Km) pois já não há transportes públicos?
A questão principal é que agora nos metem a mão ao bolso não para tirar dinheiro mas para nos agarrar pelos tintins...

Vou ter de roubar para pagar os impostos!

escrito por ai.que.me.foram.ao.bolso.outra.vez.com

0 comentário(s). Ler/reagir: