TRUMP(A)

GUERRA JUNQUEIRO E POPPER


Guerra Junqueiro nasceu há 162 anos. O meu baú celebra a data com um dos seus poemas, familiar a quem "fez" a "escola primária" há uns anotes. Os 5 primeiros versos:
Pela estrada plana, toc, toc, toc,
Guia o jumentinho uma velhinha errante
Como vão ligeiros, ambos a reboque,
Antes que anoiteça, toc, toc, toc
A velhinha atrás, o jumentinho adiante!…
O poema todo pode ler-se aqui.

Hoje, cumprem-se também 18 anos sobre a morte de Karl Popper. O meu Baú recorda "o maior filósofo da ciência que alguma vez existiu”, segundo o Nobel da Medicina Peter Medawar. Aqui.

escrito por ai.valhamedeus

1 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

Por acaso, lembro-me muito bem deste poema e da imagem, que me lembra a minha Avó. Embora ela não tivesse nenhum jumento. Na altura não reparei que o desenhador teria interpretado mal o poema, pois colocou a velhinha e o jumento ao mesmo nível. Ou serei eu que não percebo nada de perspectiva no desenho?
Gabriela