TRUMP(A)

hoje é sábado 197. O REGRESSO DOS RIOS DA BABILÓNIA

Se a chama não contiver o fogo
E transbordar
Se a morte da semente
Enegrecer até ao luto os casmpos

Se a agulha entre os novelos
Brihar ainda
Se o regresso abrir o pesponto
Da nossa boca fechada

Se o silêncio for quebrado
Por chamar-te
E se enxugar os olhos for rever-te
Ó bem-amada
[Daniel Faria, Poesia, Assírio & Alvim, s.l., 2012, pág. 157]

escrito por Carlos M. E. Lopes

0 comentário(s). Ler/reagir: