TRUMP(A)

O RELVAS AO ATAQUE


Assim vai o país governado pelo governo Passos Relvas.

escrito por ai.valhamedeus

3 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

são todos boas pessoas, menos o relvas. mesmo que algumas centenas de indivíduos tenham obtido o dito canudo tal como ele - em universidades de vária proveniência - e todos se estejam a borrifar para saber quem eles são. o que torna o Relvas especial é o facto de ser ministro de um governo impopular e isso que eu saiba, não pode ser motivo de discriminação. ou apontam o dedo a todos ou não continuam a apontá-lo ao relvas

Anónimo disse...

Totalmente de acordo.

Um dos que também obteve canudo em tempo record por métodos altamente criativos na chafarica onde o passos rabbit vendeu "aulas" foi um politico vizeense com grande jeito para secretariar o estado.

Aponte-se-lhe o dedo.

Zé Com Telha disse...

Preciosa teoria corporativa! Se não posso apontar o dedo a todos... seria discriminação apontá-lo a um. Por conseguinte, não se aponta que é feio.

É feio apontar o dedo a um badameco que aproveitou o tacho para comprar um diploma a preço de saldos. E dizem que ficou a dever parte da compra. É feio...

Se é feio que qualquer pessoa compre um diploma (é inclusivamente um insulto aos que trabalharam e sofreram para obterem o seu) é muito mais feio que se utilize o tacho (quase sempre obtido por cunha política) para pressionar a dádiva ou a compra barata.

Esta inflação de diplomas obltidos por vias nada académicas deve-se ao facto de haver cada vez mais políticos que, à falta de experiência, conhecimento e capacidade, tratam de disfarçar essa penúria embrulhando-se em papéis (diplomas?) assinados por colegas de partido que se dizem académicos (reitores, catedráticos, professores).

Tudo isto aplica ao Sr. Relvas, mas também ao Sr. Sócrates, por exemplo. E é evidente que haverá muitos mais. Apontem-lhes o dedo. Até pode ser o dedo do meio. Feio é roubar e aldrabar...