TRUMP(A)

AS TAXAS MODERADORAS


As taxas moderadoras foram criadas com o objetivo (eu diria antes alibi) de moderar a ida aos serviços da saúde. Ou seja, de levar o cidadão a pensar duas (ou três ou quatro ou meia dúzia de) vezes antes de recorrer a esses serviços.

Considerando "isso", as taxas moderadoras levantam-me muitos problemas de consciência. O ano passado, por esta altura do ano, o "meu" médico de família "mandou-me" voltar à consulta, para aqueles exames de rotina anual. Estive p'raqui a pensar meia dúzia de vezes se deveria moderar-me e não ir... mas, como o médico tinha "mandado", fui. E paguei a taxa moderadora. No final da consulta, saí com a requisição de uma palete de exames e análises e a "ordem" para voltar à consulta, mal me entreguem os resultados


Já sei que vou pagar taxa moderadora. Por isso, tenho andado p'raqui a pensar, já mais de meia dúzia de vezes, se deverei moderar-me e não ir mostrar resultado nenhum.... À falta de conclusão, venho pedir conselho aos meus leitores: acham que devo moderar-me e desobedecer ao médico? ou que devo obedecer, mesmo sendo castigado com uma taxa que continuo a não entender por que se chama moderadora? ou que vá mas sendo o médico a pagar a taxa (a ver se se modera nas prescrições)?

escrito por ai.valhamedeus

2 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

No seu caso, iria já antes que as taxas aumentem e fique depenado na sua espécie de salário, a partir de Janeiro.
O Conselheiro Acácio

Anónimo disse...

Não vás não e depois queixa-te que as revisões são cada vez mais caras e que continuas a babar óleo pela junta da cabeça...