TRUMP(A)

LETRAS DA AVENIDA


Até ao próximo dia 28 de julho, há tempo para visitar a Letras na Avenida, no Porto. Uma Feira do Livro que não se chama Feira do Livro.

Se não entendeu, talvez precise de saber as razões por que, este ano, não se realizou, no Porto, a Feira do Livro. Explicadas pelo ainda presidente da Câmara. Num texto do Público que segreda ainda que
Na sua visita, Rio não comprou qualquer livro e interessou-se, nomeadamente, por um exemplar do Livro de Leitura da 3.ª Classe, de 1954, que então custava 18 escudos.

escrito por ai.valhamedeus

0 comentário(s). Ler/reagir: