TRUMP(A)

hoje é sábado 259. AINDA NÃO FOI HOJE QUE CHOVEU

I 
A chuva anda por longe, entretida
a causar inundações na Indonésia
A chuva dir-se-ia que por estes lados
Deixou de ser possível
e que a morte à míngua de água
traz debaixo do olho a Terra Quente.
[Cabral, a.m. pires, gaveta do fundo, Tinta da China, Lisboa, 2013, pág.13]

escrito por Carlos M. E. Lopes

1 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

Parece que isto da chuva tem mais que se lhe diga! O "inconseguimento" da chuva não cair deixa-nos, quiçá, com os "níveis frustracionais" ao rubro.
Todavia esse "inconseguimento" é bom para as favas e as ervilhas. Pelo menos é o que diz o meu fornecedor de frutas e legumes.
O Pires Cabral é que não sabia, ao escrever o poema.
Gabriela