TRUMP(A)

E ESTA, HEIN!... 18


O DR. Jardim Gonçalves tem mesmo azar: depois de ter pretendido pagar a multa que lhe fora aplicada, viu-se impedido de o fazer, porque os deuses que estão contra ele resolveram deixar prescrever o processo. Agora, oh infelicidade suprema! foi a vez de todos os iogurtes que tinha no frigorífico prescreverem. Como é que um homem resiste a tanta desgraça?

Inimigo Público (versão livremente adaptada)

escrito por Gabriela Correia, Faro

1 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

Esse senhor teria oportunidade de mostrar a seriedade do seu propósito, oferecendo às instituições de solidariedade, por exemplo, o milhão a que respeitava a multa, podendo assim aliviar a "multa" da CES cobrada aos reformados. Para ele seriam peanuts. Já para a maioria dos reformados...
Zé do Telhado