TRUMP(A)

NOVAS DO BURGO E DO REINO

2. Quem mais/menos trabalha no reino?
Os que menos,... hão de ser os portugueses?! ou os gregos?! Ou nem uns nem outros?!  A Forbes é que sabe.

3. É a piadinha do príncipe-mor do reino.
  • Aprecio especialmente o humor deste príncipe da cadeira de rodas.
  • Proponho até que comecemos a fazer piadas seguindo-lhe o estilo. Eu já lhe enviei uma: "corre lá, aleijadinho! vê lá se me caças!"
4. O Inimigo Público revela: Passos confessa que se sentiu ‘à beira do abismo’.
  • O que mais me dana é que, de entre os 10 milhões de portugueses (incluindo os que seguiram o seu conselho de emigrar), nenhum foi capaz de dar uma ajudinha. um empurrãozinho.
escrito por ai.valhamedeus

1 comentário(s). Ler/reagir:

RH disse...

Se atentar devidamente ao documento, o comunicado da Procuradoria não está nem deixa de estar redigido ao abrigo do Acordo Ortográfico: está em mixordês (ou seja, mistura das grafias pré e pós-AO).