TRUMP(A)

ILUSTRAÇÕES... DE UM OUTRO SENTIR * 74

[Clique na imagem, para a ver maior]
LEVE, BREVE, SUAVE
Leve, breve, suave
Um canto de ave
Sobe no ar com que principia
O dia.
Escuto e passou...
Parece que foi só porque escutei
Que parou.
Nunca, nunca, em nada,
Raie a madrugada,
Ou ‘splenda o dia, ou doire no declive,
Tive
Prazer a durar
Mais do que o nada, a perda, antes de eu o ir
Gozar.
[Fernando Pessoa Ortónimo, in Cancioneiro]
Esta é a terceira de uma série de ilustrações em torno do tema água. A segunda está aqui; a quarta, aqui.
foto, de ai.valhamedeus; escolha do poema, de Ana Paula Menezes.

0 comentário(s). Ler/reagir: