TRUMP(A)

O SENHOR LUIZ INÁCIO FOI DETIDO

Há coisas que surpreendem, mesmo que "relativamente". Fui surpreendido pela "incriminação" de Carlos Cruz -- uma "bomba", no Portugal da altura. Fui surpreendido (até certo ponto) com a detenção de Sócrates...

[imagem copiada daqui]

...e fui surpreendido ("relativamente") pela detenção de Lula. Não consigo saber exatamente as razões desta surpresa. Pela dimensão do Brasil -- dimensão territorial e "corrupcional"? por ver o senhor Luiz Inácio como um político... bom, o presidente mais popular da democracia do Brasil, a cara mediática de um partido que se diz dos trabalhadores (como o de Sócrates se diz socialista), o governante que tirou (?) 30 milhões de pessoas da pobreza? Porque tudo isto está diretamente relacionado com a Petrobras, a maior empresa pública do Brasil, com 80.900 trabalhadores, a 28ª maior empresa do mundo, presente em 19 países? Por ser possível isto estar a acontecer, quando a trama da corrupção envolve pelo menos 2.400 milhões de euros e, entre os acusados, executivos das maiores construtoras do país e políticos de todos os partidos, salpicando até o ex-presidente Fernando Collor e o presidente do Congresso. Eduardo Cunha? Como é que uma investigação aguenta tanto... peso?

Que há coisitas, lá isso há!

escrito por ai.valhamedeus

1 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

Palavras para quê?
O sr Lula é tal qual os restantes governantes socialistas: produzem zero, distribuem o que encontram e o que vão sacando a uns e outros enquanto há e no final deixam os países arruinados, as pessoas na miséria, as empresas que lhes financiaram o poder na penúria, enquanto a sua vida e a dos seus, continua na maior... no país do Carnaval foi a Petrobras e outras tantas de menor dimensão. Na Venezuela, já não deve haver nada, nem os poços de petróleo, em Portugal para o sr Sócrates distribuir desapareceu o império BES e seus satélites, de que se destaca a PT e por aí fora, no entanto, parece que o sr vivia uma vida pacata, mas demasiado dispendiosa, nessa "cidade de terceiro mundo" que é Paris - a capital de França.
É isto o socialismo: aqui, ali e além... só não vê quem não quer