TRUMP(A)

DO CONTRA [41] símbolos sexuais

Finalmente reconheço que estava errado; reconheço, contra Saramago, que a Igreja Católica tem razão: temos que fazer leituras simbólicas em vez das leituras textuais. Para mostrar que me retrato sinceramente, dou mesmo um exemplo.

[está aqui ou aqui ou aqui]

Esta revista promete na capa
[e cumpre, lá dentro]
mostrar os 42 cus mais bonitos. Ora, a gente lê isto -- mas, depois de contextualizar isto, a gente sabe que não é isto que a Guts quer dizer. Simbolicamente, a revista quer dizer que há partes do corpo humano que são mais bonitas nuns corpos do que noutros. E que, se olharmos bem a coisa, perceberemos que, tanto as mais bonitas como as mais feias, são todas obras do criador. E, já agora, que todas são obras do último dia da criação.

Em suma e para concluir a leitura simbólica: a Guts é uma revista que podia bem ser incluída nos livros da Bíblia. Talvez como ilustração do livro do Génesis. Ou talvez do Cânticos dos Cânticos.

escrito por ai.valhamedeus

11 comentário(s). Ler/reagir:

Pirolito de Alcafache disse...

Que eras teólogo, já sabia, mas nunca imaginei que fosses um teólogo tão apurado.

Aproveita a embalagem e convida essa linda gente a desfilar, numa manifestação contra os gays e os casamentos apaneleirados.

Distribui por tão prendadas criaturas umas bandeiras com o slogan:

Nós MULHERES também temos CU

E bem mais gostoso que o cu dos panaskas, digo eu

O senhor teólogo dirá se tenho ou não razão

Anónimo disse...

ai valha.me deus estamos apinhados de maus comentários e maus textos para fazer comentários (não me refiro só a este, mas a outros anteriores) e ainda se queixam da população em geral dizer mal dos prof. Se é isto que têm na cabeça.....pois todos sabemos que a maioria dos escritos aqui encontramos vêm de prof. AI, VALHA ME DEUS e na falta deste uma boa ministra da educação institue uma boa avaliação a esta gente.

Anónimo disse...

Cá por mim desde que os avaliem já esta bem mesmo que seja mal, paciencia muitos deles também avaliam tão mal....é para saberem quanto custa.....

Vil de Moinhos disse...

Isto são textos da mais profunda filosofia russeliana que nem todos os leitores têm o dom de perceber e sobretudo de saborear.

Já imaginaram aquelas prendadas meninas, de seios bem apetitosos embrulhadas numa T-Shirt que mal lhes tapa o ondulado das cochas com o slogan:

Nós também temos cu

Ainda não viram, não?
Eu também não mas gostaria muito de ver por muito que custasse à anónima professora e sobretudo pela concorrência
(leal)
que fariam aos larilas deste país que neste momento têm como prioridade legalizar o casamento dos homens sexuais, perdão pederastas.

Anónimo disse...

A diversidade não faz mal! só bem! ser maricas qual é o problema?tem medo de quê? das propostas? recuse nada o obriga, assim como às mulheres. Obrigação só quando quando se faz disso a sua profissão

Anónimo disse...

Pois Rousseau século XVIII, o iluminismo e precursor do romantismo? pois leia tudo o que já se escreveu até hoje e aprecie Rousseau sem ser dessa forma há também outras leituras, Claro que nem todos as podem compreender porque estão marcados pela cultura onde ecresceram e não se deram ao trabalho de progredir

Anónimo disse...

hum... o seu problema é esse, ainda não viu? porque não se esforça mais? talvez consiga, acredite em si...

Ai meu Deus disse...

Para o/a anónimo/a dos maus comentários e mais textos:

estive, de facto, a hesitar entre o texto que acabei por publicar e um outro sobre uma revista mais de acordo com o espírito dominical: a "Elle" espanhola. Na capa, o destaque era para "12 mulheres sobreNATURAIS: sem maquilhagem, sem retoques, sem medo". O jogo, simbólico, das palavras sobrenaturais/naturais -- e a própria ausência de coisas não naturais nem sobrenaturais (como a maquilhagem) -- apontam para a Eva antes do pecado. De qualquer modo, palpita-me que não serão mulheres tão naturais como estas da Guts, criaturas que se apresentam muito mais como Deus as pôs no Mundo.

Tenho razão ou não?

Quem quiser matar a curiosidade (que também é um pecadilho) em relação à Elle, tem-na aqui (no entanto, nada como a Guts, repito): http://avaxhome.ws/magazines/elle-no-278-noviembre-spain-.html

Santo domingo!

Anónimo disse...

Mas a questão não está no belo corpo está nos esteriopitos contidos no texto(s)e na foto, mas deixem lá isso é para outras discussões

Anónimo disse...

É verdade. Se essas meninas estivessem completamente vestidas, não estariam nessa revista. Quem é que as terá despido? Contra isso é que eu sou: contra a violência. Pobres raparigas! Além disso devem estar cheias de frío.

Anónimo disse...

Talvez valesse a pena saber o que são esteriotipos e como funcionam aqui em Portugal e noutros locais e o que tem sido a história no que se refere a estes