TRUMP(A)

A AVALIAÇÃO DO BLOCO

Bloco de Esquerda avaliação de professoresO Bloco de Esquerda apresentou há dias o seu modelo de avaliação de professores. O seu projecto de lei está aqui. Vale a pena ler, para avaliar
[louvo a relevância dada ao carácter formativo da avaliação; torço o nariz a um ou outro pormenor -- por exemplo, ao tipo de elementos que podem integrar a Equipa de Avaliação Externa das Escolas],
mesmo tendo uma redacção demasiado descuidada, para documento público
[só 2 exemplos:
ex.1: o Artigo 13º respeita às Modalidades de avaliação extraordinária de desempenho de docentes. Prevê o nº 3 desse artigo que
"Na avaliação extraordinária prevista nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo anterior o professor candidata-se a provas especiais, incluindo prova pública e um plano de aulas assistidas, destinado a verificar a qualidade científica e pedagógica e a verificação da excelência de desempenho, determina a aceleração da progressão na carreira, em termos a regulamentar".
Belíssimo! e então essa de estar "destinado a verificar (...) a verificação da excelência de desempenho", essa é o máximo!

ex. 2: o assunto do artigo 20º são as Competências da Equipa de Avaliação Externa das Escolas; diz o seu nº 2:
"Pelos processos de avaliação extraordinária dos docentes, nos termos da alínea b) do nº do artigo 12º, que determina a aceleração na progressão da carreira".

Com uma frase destas, com os devidos sujeito e predicado, só podíamos ficar... esclarecidíssimos!]
escrito por ai.valhamedeus

10 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

Obrigado ! Fui ler ...
Andam doidos ou são mesmo assim doidos.

vitor m disse...

Aijesus, deixa-te de gramáticas (os erros estão lá, também os vi...) e vai ao essencial.
Há colegas que se acham excelentes (e alguns são) - porque não dar-lhes a oportunidade de o demonstrarem?
E ser-lhes proporcionada uma progressão mais rápida na carreira, qual o problema?
Falo em causa alheia, que não sou gajo de cultivar a excelência ou a heroicidade, em nenhum aspecto da vida... Tento fazer bem o que faço, só...

Ai meu Deus disse...

Ó vitor m,

esta é a tua atitude habitual ;-) (será também a do bloco?). Eu não disse que a proposta era má, mas tu fazes questão de afirmar 2 "coisas" de modo a estares bem dos 2 lados:

1) "os erros estão lá" (foi o que eu disse, além de apontar um aspecto positivo), mas a coisa é boa;

2) "eu não sou gajo de cultivar a excelência", mas "porque não dar-lhes a oportunidade de..." (eu tb acho que se deve dar -- nem disse o contrário);

3) "eu estou contra este modelo de gestão", mas "ainda não vi nesta gestão nenhum tique menos democrático" (ver comentários anteriores);

4) "eu não votei em vocês -- abstive-me", "mas faço questão de vos dizer isto" -- para que não pensem mal (nós os 2 sabemos a que me refiro);

5) "eu votei a favor", mas "acho que os sindicatos fizeram mal" (nós os 2 sabemos a que me refiro);

6) ...

ok! ...a gregos e a troianos! Com todo o direito! ;-)

vitor m disse...

Tens uma memória do c... :-))
Não é para me "desculpar", mas a verdade é que não sou gajo de grandes certezas... E, é verdade, vacilo frequentemente - não será uma virtude mas certamente também não é um pecado ...
Contudo, ao contrário dos "crentes", quando confrontado com o erro, esforço-me por corrigi-lo (ambos sabemos a que me refiro).

Ai meu Deus disse...

Mais uma vez, vitor m, a ser dessa opinião -- e da contrária, se necessário for. "Tu tens razão, mas eu também". "Não é uma virtude, mas também não é um pecado". "Erro mas esforço-me por corrigir o erro"... até ao novo erro, que será só meio erro porque não será um erro do caraças... ;-)

Andas a aprender umas coisas com o Bloco! ;-)

vitor m disse...

Então diz lá qual é a poção mágica que usas e te desvia tão certeiramente do erro? (se não for de origem animal, ofereço-me para a vacinação... :-))

Anónimo disse...

Crianças vamos à prova final deixem-se avaliar e passem na prova mostrem ao mundo que afinal são pelo menos razoáveis professores
O mundo tem "fé" nos professores e por isso coloca de manha á noite a criançada lá, mostrem ao pessoal que saiem o que andam a fazer

Ai meu Deus disse...

Vm,

erro (como, suponho, qualquer ser humano). A diferença não está aí; está em errar por estar numa das barricadas -- ou (não) errar por estar em ambas.

...mas isto é conversa para um dia destes, a queimar calorias ;-)

vitor m disse...

No caso, qualquer das barricadas me não interessa, o que não impede que veja virtudes e pecadilhos em ambos os campos.
Há barricadas nas quais estou sem reservas (contra este p"s", na defesa da natureza, etc), noutras de passagem (BE) e noutras simplesmente não estou por não ver razões substantivas para lá estar.
É-te difícil compreender a (minha) rejeição de alinhamento com o "bloco soviético ou o capitalista"? :-))

Anónimo disse...

Sobretudo o Bloco (seja Soviético, Capitalista ou de Esquerda). Um bloco é um bloco, uma coisa pesada, dura, bruta. Com muitos e pintadinhos de branco, pode-se fazer um lindo jazigo.