TRUMP(A)

DO CONTRA [56] ESCADARIA PARA O PARAÍSO

Recorrendo a assuntos modernos e controversos, Eugenio Merino causa polémica em quase todos os trabalhos que expõe. O madrileno de 45 anos participou recentemente na famosa feira de arte contemporânea Arco, onde as suas obras foram mais uma vez alvo de críticas.


No centro da polémica está a escultura "Stairway to Heaven" que mostra um muçulmano, um cristão e um judeu empilhados, como numa tentativa de chegar ao céu. Os livros sagrados estão trocados e podemos ver, por exemplo, o muçulmano acocorado a rezar com a Bíblia Sagrada. Existe ainda na mesma sala da exposição uma metralhadora na vertical, da qual sai do cano um candelabro judeu. A feira ainda não tinha sido aberta ao público, já a Embaixada israelita tinha condenado a provocação que as peças representam.

[excerto de texto sobre o artista. Pode ler o resto aqui.



Tudo indica que o bad boy espanhol seja um livre-pensador. Por causa da obra
[vendida em 3 minutos por 45 mil euros],
levou porrada de Israel, da conferência episcopal espanhola
[que a considerou "obra blasfema]...
O menino é reincidente: é só passar os olhos pelas imagens seguintes -- e pelas demais obras do artista, que podem ser vistas no seu sítio na web.


escrito por ai.valhamedeus [com um beijo para a Adriana]

1 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

caros estetas
perguntem ao artista porque não encavalita os marxistas, leninistas, maoistas, fidelistas e por aí fora... com rosários na mão ou cruzes ao pescoço, tatuados com a imagem da virgem ou vestidos com os paramentos litúrgicos...
Resposta, ninguém lhe ligaria nada e o negócio lá se ia...
ou seja há muita gente assumidamente ateia e laica mas que apenas tem uma boa vida e "dá nas vistas" porque se serve da religião para os seus fins... é a autenticidade ateia/agnóstica/laica no seu melhor...