TRUMP(A)

hoje é sábado 77 VINHO ALGARVIO

Forte, espesso e corado! Sinto-o bem
Percorrer-me a garganta e contorcer-se
Em minhas veias, penetrar-me o ser
Sem que eu possa vencer-lhe a arrogância.

O poderio, o que ele tem de egrégio,
O que o torna viril, o que me invade
E entontece, o que de mim se evola
Me eleva ao céu e faz cair de rastos.

Como eu estou tonto, rio e me esbracejo.
Não tenho a que me agarre e só desejo
Que tudo dance forte em meu redor.

Vejo-te duplicada em minha frente,
Corres em volta. Onde estás tu? "Ó gente"
Vinho algarvio, ó sortilégio! Amor!...
[Mário Lyster Franco]

escrito por Carlos M. E. Lopes [dedicado ao Martim e ao Chico]

0 comentário(s). Ler/reagir: