TRUMP(A)

QUEIMA - COIMBRA 2010

Queima das Fitas, Coimbra 2010
Serenata Monumental - Balada de despedida:


[En castellano: qué es "A queima das fitas" (Quema de las cintas)?]

escrito por ai.valhamedeus [com um beijo para a Gabriela. Sei que vai matar saudades...]

2 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

Que retribui com um xi-coração, ainda que virtual.
Nem sabe quantas saudades! Na nesgazita de rua que se vislumbra à direita é que eu morava: na célebre Rua da Ilha, na única república feminina_ A República do Topokuko. Não oficial,'tá claro.
Ai, ai, mas o sabor da saudade é amargo, pois a tradição já não é mesmo o que era. Esta juventude já não sabe que nas serenatas de Coimbra não se bate palmas,(não se batia) nem se faz barulho(não se fazia). Tosse-se. O que muito me intrigou, e desgostou, no meu baptismo de serenatas. Pensei que aquela gente era difícil de contentar. Uns insensíveis.
E eu que tanto tinha gostado: já era o cheirinho a alecrim do dealbar da revolução, com o Berna a cantar(como ninguém) a Trova do Vento que Passa. Estavamos todas apaixonadas por ele. Ou seria pela voz? O mar de cabeças mal no lo deixava ver.
Gabriela

Anónimo disse...

Também eu tenho saudades da minha cidade e destes momentos lindos e que nos marcam para a vida tal como diz a letra......
Beijinho por me teres feito chorar estas lágrimas de saudade que de vez em quando são necessárias recordar bons momentos vividos...
Raquel Duarte (Quelita :) )