TRUMP(A)

AVIVAR A MEMÓRIA [8] ZECA, SEMPRE!

Há precisamente 24 anos
(23 de Fev. de 1987),
Zeca Afonso despedia-se de uma vida de luta em prol da liberdade.

Recordá-lo é o menor dos tributos com que podemos saudá-lo; o maior será seguir-lhe os passos pelo mesmo desígnio, principalmente agora que a liberdade volta a ser um bem raro e em programada extinção!

Ouçamo-lo, então, em Balada de Outono.


escrito por Jerónimo Costa

0 comentário(s). Ler/reagir: