TRUMP(A)

EPUB 3

  1. É público, neste blogue e não só, que sou fã do livro electrónico. As razões são várias: sobressaem a portabilidade, a poupança de espaço (um minúsculo cartão MicroSD pode meter num bolso minúsculo... 10.000 obras), a gratuitidade das obras livres de direitos de autor, a eficiência da pesquisa e razões ecológicas.
  2. É verdade que a tecnologia de leitura está longe de ser óptima. Apesar disso, houve avanços significativos: os dispositivos com tinta electrónica, além de terem mais autonomia, tornam a leitura muito mais confortável do que os que a não têm (e até do que muitos livros onde a preocupação com a poupança de tinta faz estragos na legibilidade); os novos formatos "ajudam à festa" -- o formato ePub, a que só não aderiu a Amazon do Kindle, é muito mais maleável e leve que o tradicional pdf.
  3. Há uma característica dos ebooks que me tem impressionado negativamente, embora a entenda (no início, nada começa perfeito. E os ebooks estão em início de vida): ao passar para os dispositivos electrónicos, o livro manteve as características da versão em papel: imagens paradas (quando o movimento é perfeita e facilmente possível), sons ausentes (mais uma vez, uma ausência sem justificação), a interacção é bastante limitada (talvez mais do que em papel e mais do que os smartphones)... Parece que a versão 3 do ePUB evolui no sentido da superação dessas limitações (mais um factor a desfavorecer o meu Kindle?). Assim Deus o queira!...
  4. (para descarga grátis ou conversão ou compra de livros, uma sugestão: feedbooks, também com versão em francês. Ou, só com livros gratuitos, ebooksgratuits -- de onde acabo de descarregar uma... preciosidade dos meus tempos de universidade jesuítica: «La philosophie du Moyen-Âge» d'Émile Bréhier).
escrito por ai.valhamedeus

1 comentário(s). Ler/reagir:

vitor m disse...

Só os franciús é que são gente?
E porque não umas sugestõezecas para o pessoal mais anglófono?