TRUMP(A)

VIDA ATRIBULADA DE MINISTRO

Mais um mau exemplo para Portugal: o ministro dos Negócios Estrangeiros do Japão, Seiji Maehara, apresentou hoje a sua demissão.

Teria recebido um donativo ilegal.

Uma cidadã sul-coreana, que vive em Quioto, região pela qual o ministro foi eleito para o Parlamento, contribuiu com um donativo de 435 euros. A legislação japonesa, que regula os actos eleitorais, proíbe donativos estrangeiros. Simples: o ministro apeou-se do lugar. O Japão parece um lugar habitável.

escrito por Jerónimo Costa

0 comentário(s). Ler/reagir: