TRUMP(A)

PORTUGAL DOS PEQUENINOS

Portugal dos pequeninos – parte 2

(ou Beijem-me; porque gosto de beijos quando me “fazem amor”)
Notícia Diário Económico
Instituição presidida por Carlos Costa diz que irá poupar 6,5 milhões de euros em 2012.
O Banco de Portugal confirmou hoje que pretende manter o pagamento do subsídio de férias e de Natal devido aos trabalhadores da instituição apesar das directivas do Orçamento do Estado.
Em comunicado enviado às redacções, o banco central diz que irá, no entanto, "confirmar as reduções já aplicadas em 2011 relativamente a determinadas componentes de retribuição".
A instituição presidida por Carlos Costa diz ainda que irá aumentar o "tempo anual de trabalho dos colaboradores através da redução das dispensas ao serviço relacionadas com a antiguidade dos empregados no Banco".
Pelas contas do Banco de Portugal, que prevê ainda estender a política de contenção a "outras componentes de custos com pessoal", o banco central deverá reduzir este ano os custos com pessoal em 6,5 milhões de euros, representando menos 5,4% face a 2010, apesar "do reforço dos meios humanos ocorrido ao longo de 2011".
Sei que não nos devemos comparar ao BP mas acho que todos os portugueses que sofreram cortes deveriam tomar idêntica atitude: auto-manter o direito aos subsídios por troca de contenção em fringe benefits
(outros componentes de salário ou como o BP lhes chama, componentes de custos com pessoal, que para quem possa não estar familiarizado são, normalmente, viatura de serviço, combustível, despesas de representação, seguros de saúde, complementos de reforma, telemóvel, internet de banda larga, Blackberry, …, todo o tipo de coisas de que o normal proletário costuma usufruir :-))
Isto depois de 2 notícias bombásticas (no meu entender) durante o dia de ontem:
  • CTT “condenados” a restituir a parte de salários dos funcionários correspondente aos 5% de corte ocorrido no ano passado (com juros!!!).
  • BP (sim, os mesmos da notícia) divulgam Boletim com previsões ainda mais pessimistas que deverão obrigar a mais medidas de austeridade (não sei quais são possíveis mas devem encontrar algum sítio onde cortar).
Sempre ouvi dizer que “faças como digo e não como faço” mas, caraças, isto já roça o pornográfico.

Será que vivemos no mesmo país? PQP a todos!!!

Ainda se devem admirar quando daqui a 15 dias (mais coisa menos coisa) alguém desatar aos tiros nestes sacanas.

Abraço amigo (enquanto são de borla)


escrito por ai.que.me.foram.ao.bolso.outra.vez.com

0 comentário(s). Ler/reagir: