TRUMP(A)

hoje é sábado 177. SUL

Tudo ali é complexo e simples: a luz,
a solidez, o olhar que se comove com o cair
da noite e com o nascer do dia; e, até,
os risos de mulheres que se ouvem desde longe,
trazidos pelo ar cuja transparência se sente
na própria respitação. No entanto, debruço-me
da varanda e dou por que algo se oculta,
para além de muros e dos quintais, e chama
por mim sem que eu possa responder. Então,
volto para dentro: preparo o café; e
enquanto a água ferve o mistério desaparece,
inútil e excessivo, no início da tarde.
[Nuno Júdice]

escrito por Carlos M. E. Lopes

0 comentário(s). Ler/reagir: