TRUMP(A)

VÍDEOS DA SEXTA 126. Sítio do Picapau Amarelo


O universo mágico criado pelo escritor Monteiro Lobato volta a fazer parte das manhãs de sábados dos brasileiros em desenho animado. As aventuras de Emília, Narizinho, Pedrinho, Tia Nastácia, Dona Benta, Visconde de Sabugosa e toda a turma são levadas para a TV valorizando a liberdade e a criatividade do universo de Lobato.

A cada episódio, a série trará uma nova história que será conduzida por Narizinho, Pedrinho e, claro, pela boneca Emília. Tudo se passa em um sítio afastado da correria e do barulho da cidade grande. O Sítio do Picapau Amarelo teria tudo para ser um lugar pacato e comum, mas, o lugar é mágico e há mais de 90 anos é palco da imaginação de milhões de crianças brasileiras. Dentro do Sítio, tudo é possível e as maiores aventuras se tornam realidade.

Ora é Narizinho quem inventa uma brincadeira nova. Ora é Pedrinho quem resolve enfrentar um novo desafio. E é Emília quem encasqueta com alguma coisa que acha que devia ser diferente e coloca a turma inteira em uma gigantesca confusão. Sem falar no Visconde de Sabugosa, que sempre tem uma palavra de sabedoria.

Conheça quem faz parte da Turma do Sítio:
 
Emília – a boneca de pano tagarela, feita por Tia Nastácia, é a parceira fiel de Narizinho na hora da diversão. Ela toma uma pílula e começa a falar, transformando-se numa boneca esperta e cheia de ideias, que quer saber todos os "porquês" da vida. 
Narizinho – uma menina faceira e cheia de sonhos. A doce Narizinho cria um mundo de fantasias onde brinca, aprende e se diverte. 
Pedrinho – menino corajoso, ele é primo de Narizinho. Pedrinho mora na cidade, mas sempre passa as férias no Sítio onde vive muitas aventuras e apronta travessuras. 
Dona Benta – avó de Narizinho e Pedrinho, esperta e sábia, ela é a dona do Sítio do Picapau Amarelo. 
Tia Nastácia - é o braço direito de Dona Benta. Conhecida por suas irresistíveis guloseimas, ela adora contar um ‘causo’ e falar sobre suas experiências pessoais. 
Visconde de Sabugosa – feito por Tia Nastácia, que usou uma espiga de milho velha para criar um amigo para Pedrinho. Por ter sido esquecido por um bom tempo no meio dos livros, o Visconde adquire uma admirável sabedoria. 
Marquês de Rabicó – é um porquinho gordo e guloso. Ganhou este nome por ter somente um toquinho de rabo. Ele morre de medo de Tia Nastácia, que sempre tenta colocá-lo na panela, mas nunca consegue, pois Narizinho o protege.

FICHA TÉCNICA:
Produção Executiva: Tiago Mello, João Daniel Tikhomiroff, Juliana Capelini
Direção: Humberto Avelar
Adaptação e Roteiro final: Rodrigo Castilho
Direção Musical: André Mehmari
Tema de Abertura: Gilberto Gil
Supervisão Artística: Reynaldo Marchezini
Da Obra de Monteiro Lobato
[Fonte: http://redeglobo.globo.com/novidades/noticia/2011/12]


José Bento Renato Monteiro Lobato (Taubaté, 18 de abril de 1882 – São Paulo, 4 de julho de 1948) foi um dos mais influentes escritores brasileiros do século XX. Foi um importante editor de livros inéditos e autor de importantes traduções. Seguido a seu precursor Figueiredo Pimentel ("Contos da Carochinha") da literatura infantil brasileira, ficou popularmente conhecido pelo conjunto educativo de sua obra de livros infantis, que constitui aproximadamente a metade da sua produção literária. A outra metade, consistindo de contos (geralmente sobre temas brasileiros), artigos, críticas, crônicas, prefácios, cartas, um livro sobre a importância do petróleo e do ferro, e um único romance, O Presidente Negro, o qual não alcançou a mesma popularidade que suas obras para crianças, que entre as mais famosas destaca-se Reinações de Narizinho (1931), Caçadas de Pedrinho (1933) e O Picapau Amarelo (1939).
[Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Monteiro_Lobato]

escrito por Adriana Santos

1 comentário(s). Ler/reagir:

GEOBLOG disse...

Adriana, como professor de geografia não poderia de citar o belíssimo "Geografia de Dona Benta", escrito em 1935 e infelizmente pouco aproveitado pelos professores de geografia.