TRUMP(A)

hoje é sábado 221. O JARDIM DAS OLIVEIRAS

Somos seres olhados
Ruy Belo

Se procuro o teu rosto
no meio do ruído das vozes
quem procura o teu rosto?

Quem fala obscuramente
em qualquer sítio das minhas palavras
ouvindo-se a si próprio?

Às vezes suspeito que me segues,
que não são meus os passos
atrás de mim.

O que está forá de ti,falando-te?
Este é o teu caminho,
e as minhas palavras os teus passos?

Quem me olha desse lado
e deste lado de mim?
As minhas dúvidas,até elas te pertencem?
[PINA, Manuel António, Todas as Palavras, poesia reunida, Assírio & Alvim, s/l, documento poética 82, 2012, pág.135]

escrito por Carlos M. E. Lopes

0 comentário(s). Ler/reagir: