TRUMP(A)

hoje é sábado 250. AS ONDAS

As ondas quebraram uma a uma
Eu estava só com a areia e com a espuma
Do mar que cantava só p´ra mim.
[Andresen, Sophia de Mello Breyner, Obra Poética I, (poesia I, 1944), Editorial Caminho, Lisboa (?), 2ª edição, 1991, pág. 81]

escrito por Carlos M. E. Lopes

0 comentário(s). Ler/reagir: