TRUMP(A)

LEIT(e)URAS [52] & ETC…


Letra Livre, uma editora do Bairro Alto, ou lá perto, fez uma homenagem a outra editora do Bairro Alto, ou lá perto, a & ETC. UMA EDITORA NO SUBTERRÂNEO é um livro que presta homenagem ao José Vítor Tavares pelos 40 anos da editora da terceira cave na Rua da Emenda, a & ETC.

É um recordar do romantismo livreiro, de uma figura pitoresca e um desfilar de memórias. Os livros, quadrados, vítima de censura no pós 25 de Abril no reinado da AD
(o livro seria uma merda, mas não foi por isso que foi censurado…). 
Lá surgiu a Adília Lopes, publicou-se Baptista Bastos, Jorge Fallorca
(falecido recentemente),
 Artaud, Paulo da Costa Domingos
(o meu fornecedor de alguns livros), 
Trotsky, Paul Lafargue
(genro de Marx e que descasca no Vítor Hugo -- como o Ai Jesus!aqui recordou), 
Nuno Júdice, Herberto Helder, Alberto Pimenta, Rabelais, Gastão Cruz, Ramos Rosa, e um nunca mais acabar de autores, uns marginais, outros nem tanto, num catálogo heterogéneo e cativante.

Tem algumas características que eu conheço (de onde será?). Nunca pagou direitos de autor, não faz reedições e os livros terão sempre a mesma tiragem.

Os livros quadrados da & Etc são uma tentação. Só de os termos nos sentimos da contracorrente. Lê-los é saber que estamos a fazer qualquer coisa do contra. Vê-los à venda é sabermos que estamos numa livraria especial.

Numa altura em que as livrarias marginais ou mesmo as outras estão a desaparecer inexoravelmente, saber que existe e sobrevive uma Letra Livre e uma & Etc. é uma esperança e um alento redobrado. Não sei até que ponto os Josés Vitores Tavares resistirão…

José Vítor Tavares é entradote na idade
(76 rebeldes primaveras)
 mas sempre inconformado. A entrevista da Alexandra Lucas Coelho que está inserida no livro é de isso exemplo.

Nas 230 páginas encontra os livros publicados pela & Etc. São 26,00€ e vale a pena. Faça como eu, peça na letralivre@sapo.pt

escrito por Carlos M. E. Lopes

0 comentário(s). Ler/reagir: