TRUMP(A)

EUSÉBIO JÁ TEM RUA EM LISBOA


E qual foi o mérito de Eusébio que justifica que "tenha uma avenida" em Lisboa? Explícito, este: foi futebolista. Palpita-me que há de haver mais qualquer razão escondida na "tabuleta": ter sido futebolista do Benfica? Ter sido futebolista dos tempos e do regime do partido único, da religião única e do clube de futebol único?

...nacionalismo bacoco -- é como designaria eu isto, se a designação me não valesse impropérios e diminuição de popularidade. E temos eleições à porta -- e nunca se sabe se não terá chegado a minha vez de ser candidato. Homem prevenido...

escrito por ai.valhamedeus

2 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

Concordo inteiramente. Fátima, futebol e fado!
Felizmente, agora também temos o Cante. Mas qual o peso deste outro cantar comparado com os fadistas e afins?
Gabriela

Anónimo disse...

pelo menos o Eusébio que eu conheci era um bom homem. se era do regime salazarista ou de outro isso para mim pouco me interessa. ele como a Amália - para mim que pouco interessa o fado - ou outros... não é com quem "andaram" que os deve incomodar, mas aquilo que fizeram e como projetaram Portugal.
O sr Soares já tem avenidas, ruas, largos e praças... o sr Cunhal, que queria entrincheirar a direita no campo pequeno, idem... e que dizer, para recordar a história de um dos governantes mais severos que Portugal conheceu, o déspota Marquês de Pombal?
já estamos com quarenta anos de democracia e atitudes revanchistas ante o Eusébio, Amália ou o anterior regime, que por acaso, resgatou Portugal numa das piores crises da sua história, já não são aceitáveis nos comentários de hoje, muito menos por parte dos sempre saudosos de um regime comunista que, pela longa experiência de governação em diversos locais aqui tão perto, pouco levaria a augurar no futuro de Portugal.