TRUMP(A)

O PARTIDO LIVRE

A nossa esquerda vai de vento em popa. O Podemos, antes de ser formado, já tem uma dissidente, a Joana Amaral Dias saiu do BE e agora saiu do Podemos antes de este existir

(coisa difícil). 
O BE tem dado origem a grupinhos e grupelhos. Mas há um partido que dificilmente terá dissidentes: o Livre! Que se saiba, o Livre é formado por uma pessoa: o Rui Tavares. Convidado por Miguel Portas para integrar o BE nas europeias como independente, zangou-se com o Louçã, saiu do grupo, mas não de Deputado Europeu. Como se sabe, no nosso sistema eleitoral as eleições são uninominais… Partido unipessoal lhe chamou Louçã… e com razão. Entretanto, essa esquerda “diferente” está a pôr-se a jeito para integrar um futuro governo de António Costa e até, se calhar, deputado. Espero que venha a fazer parte da comissão parlamentar de ética. Temos garantias de rigor e isenção.

escrito por Carlos M. E. Lopes

0 comentário(s). Ler/reagir: