TRUMP(A)

O XICO DA FORNICAÇÃO DOS COELHOS

Quem se excita todo/a com a progressividade do papa Xico tem cada vez mais dificuldade em fundamentar a sua tese. Depois de os infiéis que ultrajam os sentimentos religiosos levarem um soco no estômago, foi agora a vez de os que andam praí a fornificar sem jeito serem enfiados em bacanais dos coelhos fornicadores

(ou seja, no dos selvagens, porque, pelos vistos, os domésticos não fornicam assim... sem dó nem piedade).

Antes que alguém me acuse do contrário, declaro publicamente que reconheço a Sua Santidade (SS) o direito de achar que só devíamos fornicar uma vez por mês ou por ano ou por século. Fornicar com ou sem preservativo, com sida ou sem ela, um por cima e o outro por baixo ou o outro por cima e o um por baixo, a dois ou a três ou a nove,... ou o que SS entender.

Acho mesmo que SS tem o direito de condenar às chamas do inferno quem usar lingerie de determinadas cores -- o vermelho, por exemplo, que é uma cor satânica
[não é verdade que uma cuequinha vermelha cria apetites do caraças -- queria dizer, apetites de coelho?]
Acho mesmo que SS tem o direito de seguir o exemplo de outras religiões e condenar às chamas do inferno ou do purgatório
[não faz mal se já não existe purgatório ou se não há lá chamas. Reconheço-lhe o direito, nesse caso, de criar um. Um purgatório com chamas do tamanho que SS entender]
de condenar a essas penas, dizia eu, aqueles que bebam álcool ou comam carnes de porco.

Por mim, declaro publicamente, continuarei a fornicar com a frequência e a vitalidade que mo permitirem as forças que Deus entendeu ainda me conservar. Não sei se será como coelhos, que nunca vi coelhos fornicarem, como SS parece ter apreciado. Fornicarei como Deus ainda me permite.

E que Deus seja louvado!

escrito por ai.valhamedeus

0 comentário(s). Ler/reagir: