TRUMP(A)

O CHEIRO DE JOÃO ARAÚJO


João Araújo, o mais mediático dos advogados de José Sócrates, sugeriu a uma jornalista do Correio da Manhã que “tomasse mais banho” porque “cheira mal”.

A jornalista, Tânia Laranjo, e o próprio jornal vão apresentar uma queixa-crime ao Ministério Público contra o advogado. Não percebo porquê
[se é só por isto... ou mesmo por afirmações como “Esta gajada mete-me nojo”].
Se um gajo tem a impressão olfativa de que alguém lhe cheira mal... poderá ser condenado por isso?

Ainda há pouco, o advogado esteve na TVI, no Jornal das 20h, onde está com alguma recorrência. Olhei aquele figura de homem todo cheio de sede, tremelicouco sem conseguir articular ideias, visivelmente inseguro das respostas taralhoucas que dava ao jornalista... e aquilo cheirou-me nojentamente a álcool. Tanto que... fedia. Mas cheirou mesmo, juro. Serei condenado por tornar público tal cheiro?

escrito por ai.valhamedeus

1 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

Com um advogado destes é caso para ter pena do 44 pois
-- Está phodido e mal pago.
Ponto final