TRUMP(A)

DO CONTRA [32] ousar a sodomia

A sodomia é ainda hoje considerada antinatural. A Lexicoteca
([s.l.]: Círculo de Leitores, 1988, vol. 17)
define-a como (negrito meu)
Relação sexual entre dois indivíduos do sexo masculino ou de sexos diferentes quando praticada de forma antinatural.
O moderno Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa considera-a, de modo mais neutro e também mais rigorosamente explícito, como coito anal entre indivíduos do sexo masculino ou entre um homem e uma mulher.
O livro Osez... la sodomie, como o título faz supor, tem do assunto uma visão muito positiva (negrito meu):
A sodomia continua a ser, na nossa época dita sexualmente libertada, o último tabu. Este termo designa hoje a penetração anal. Séculos de culpabilidade judaico-cristã pesam sobre esta prática deliciosa: o corpo é impuro, o prazer culpável.
Pressupondo que a sexualidade é uma zona de liberdade total onde cada qual deve descobrir as suas próprias vias de prazer e garantindo que uma mulher ou um homem podem ter orgasmo fazendo-se sodomizar, Coralie Trinh Thi, em 8 capítulos, traça a história das relações anais; estabelece alguns princípios psicológicos
(é coisa de putas? de bichas? é coisa porca? é perversa? é antinatural? humilhante? nunca coisa de esposas?);
estuda a anatomia do corpo
(o corpo do delito: o ânus, as regras de higiene, a depilação, a lubrificação, como evitar toda a dor);
analisa alguns brinquedos sexuais
(e não apenas os vibro-massajadores; inclui alguns conselhos sobre a sodomização do homem heterossexual);
propõe alguns preliminares e exercícios
(com a utilização da mão esquerda, que é irracional, por exemplo; para erotização da zona anal do outro ou do próprio -- como são os orgasmos anais masculino e feminino?);
segue pormenorizadamente o acto de sodomização; apresenta algumas posições do kama sutra anal; e termina com referências à mística da sodomia, num capítulo intitulado O Terceiro Olho.

O livro está AQUI ou AQUI.

Nb: a palavra sodomia tem origem bíblica (nos capítulos 18 e 19 do Génesis). Mas deixo o tema para próximo texto.

escrito por ai.valhamedeus

2 comentário(s). Ler/reagir:

Miranda disse...

Interesante el tema de la sodomia....sobre todo en el BDSM.....soy practicante desde hace mas de 10 años y como DOMINANTE es una de las 1º EXPERIENCIAS que experimente el sumiso, quien por un lado se entrega en forma voluntaria a ser sodomisado.
El sexo anal es tan placentero como el vaginal.
Interesante el aporte

Anónimo disse...

Ora aqui está um post da maior utilidade, pelo menos do ponto de vista da paneleiragem.

Bem dizia um ilustre catedrático quando um colega lhe dizia, depois de uma observação anal por causa da próstata...

- O colega tem aqui à entrada do anus...
O catedrático irritado e alvoroçado interrompeu o cirurgião e replicou:

--À entrada, não... à saída... à saída.

Tinha razão o paciente catedrático, o esfincter anal foi feito para expulsar e não para facilitar a entrada seja do que for nem que seja um simples supositório.

O resto são modernices.