TRUMP(A)

O EXISTENCIALISMO NA 7ª ARTE

Como acontece nos livros da série "para totós", "O Existencialismo para totós"
[está aqui ou aqui]
termina com a secção "Os 10 mais": um capítulo sobre 10 grandes filmes existenciais e um outro sobre 10 grandes obras da literatura existencial.

Os filmes são:
  1. Ikiru (Viver) (1952), uma obra-prima de Akira Kurosawa;
  2. The Seventh Seal (O Sétimo Selo) (1957) de Ingmar Bergman;
  3. Apocalypse Now (1979) de Francis Ford Coppola;
  4. Blade Runner (Blade Runner, perigo iminente) 1982) de Ridley Scott;
  5. Crimes and Misdemeanors (Crimes e Escapadelas) (1989) obra-prima de Woody Allen;
  6. Leaving Las Vegas (Morrer em Las Vegas) (1995) de Mike Figgis;
  7. Pleasantville (A vida em preto e branco) (1998) de Gary Ross;
  8. Fight Club (Clube de Combate) (1999) de David Fincher;
  9. Stranger Than Fiction (Contado ninguém acredita) (2006) de Marc Forster;
  10. Superbad (2007) de Greg Mottola.


escrito por ai.valhamedeus

1 comentário(s). Ler/reagir:

jcosta disse...

Porque não foram referidos, pelo menos um, “Mar Adentro” é um documento pungente sobre o sentido da existência. Os outros, menos conhecidos, são: “Fonte de Vida [The Fountain – EUA 2006] e “ I Heart Huckabees” [EUA – 2004]. Sobre este último podem seguir a ligação: http://cinerama.blogs.sapo.pt/26843.html