TRUMP(A)

VIVA O PAPA?

A sua santidade que chegou ontem
[e a quem até o primeiro-ministro foi beijar a mão, com declarações finais muito tolas]
foi o mesmo que em tempos declarou que o uso do preservativo agravava a sida em África.

Nunca se retractou da tolice.

A sua santidade que chegou ontem é suspeita de, em tempos, ter encoberto clérigos pedófilos
[e, por isso, tem mandato de prisão].
Uma santidade destas
[cá por mim]
não é bem vinda. Vade retro!...

escrito por ai.valhamedeus

7 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

Vá lá prendê-lo. irrompa pelo altar fora armado em justiceiro e leve-o ao tribunal de Haia, junte os seus amigos e condene-o à pena capital... pode ser que assim resolvam todos s problemas do mundo... acabam com os pedófilos, com a Sida em África, com as desigualdades sociais... e graças à condenação do papa, finalmente, restabelecem o paraíso na terra...
tenham juízo... Portugal é uma democracia... quem quer ver o papa vê... quem não quer, não impede que os outros vejam... já agora gostava de ver todos os críticos a dia 13 dirigirem-se aos seus empregos e produzirem como nunca, dado assim um exemplo positivo do "antipapismo"... em vez de ficarem a descansar à conta do papa...

Anónimo disse...

É isso aí! No dia 13 vamos todos, os amigos do ai.meudeus, obrigar os funcionários a abrir as respectivas escolas e ir buscar os alunos que querem ficar em casa para podermos dar a nossa aula. Mas como os senhores alunos são intocáveis, e antes que levemos uma coça dos pais, o melhor é apenas obrigarmos os funcionários a irem abrir a porta e darmos aulas para as paredes. O que até é vantajoso. Assim seremos escutados
MC

Anónimo disse...

Gente existe que mesmo em casa trabalha (pró emprego) mas no caso de não ser possível trazer o trabalho para casa ficaram mesmo proibidos de trabalhar e sendo ou nao sendo católicos não é "justo" que se opte por fechar escolas e criar problemas às familias que eventualmente nem trabalham no Estado e vão ter que criar soluções para um problema que não é seu "ver o papa" Os católicos que queriam festejar deviam meter férias e não se encostarem a tolerâncias que afecta os que não tem nada que festejar. Um estado democrático respeita mas não cria problemas a uns (nao haver escola) para que outros beneficiem de um feriado que só aos católicos interessa............(eu sou católica, mas não aprovo de forma nenhuma nem o dinheiro que o estado gastou (deveria ter sido a Igreja a investir nas despesas)nem o fecho de Instituições do estado em tempos não previstos para festejos de uma religião (deviam também retirar tudo o que é feriado católico...ficar só os estatais........Natal.........Corpo de Deus etc assim é que ficavamos bem... produziamos e não tinhamos feriados à conta da religião que é só de uns...............
Jacinta

Fi fi disse...

Estava ansiosa por ver aqui as críticas a esta visita papal, que consegue pôr 3 dos 4 canais portugueses a transmitir a mesma imagem... Revolta-me o ouro a revestir o microfone (mesmo depois de saber que teve um custo de 10€). Será que tem capacidades de tradução instantânea? Acho que devemos oferecer a quem de respeito um dicionário, de forma a que percebam o significado de um estado laico. Lembro-me de ter aprendido o conceito na primária, e já na altura não perceber o porquê de alguns crucifixos nas salas de aulas, ou nos hospitais...embora até se tolere que deixem uma imagem a quem se apoia nas orações para passar tempos complicados, quando nem a medicina parece fazer sentido. agora... parar por um dia e meio para que o sr se desloque de papamóvel pelas cidades, enquanto milhões se esmagam para o ver? Deixar de ter transportes públicos a assegurar a ida para a faculdade, porque o sr com ar maquiavélico decidiu aterrar "junto à serra do Pilar"?e que moral tem este sr para afirmar que vem "a Portugal, como um peregrino de Fátima"?acho que também ele precisa de um dicionário para ficar a saber que peregrinação significa "viagem longa e cansativa"... das duas uma, ou o sr pára de pedir que o deixem dormir, ou então passa a peregrinar a pé, ou mesmo de joelhos, como tantos outros "devotos" o fazem...

Anónimo disse...

Ou seja, primeiro anónimo, como não se «resolvem
todos os problemas do mundo» ao meter na prisão os delinquentes(ou limpá-los com a pena capital), poupemos muita massa e acabemos com o sistema judicial e prisional no mundo. É fanático ou palhaço? (Sem querer ofender os palhaços sérios).
FOF

Anónimo disse...

É, é peregrino de pé descalço e vive num palácio que é um Estado, como se sabe. Com um tesouro incalculável que é visitado por milhares todos os dias, e não é de graça. Humilde como Cristo! Este expulsou os vendilhões do templo, lembram-se? Ou teremos de interpretar a Bíblia usando a metonímia quando convém? Como diz o Padre (sim, padre) Mário de Oliveira:"A Igreja celebra Francisco de Assis, mas prefere seguir o exemplo do pai"
Para se ser espiritual não precisamos de intermediários.
Gabriela

Anónimo disse...

amem, amem, amem...