TRUMP(A)

EX-CITAÇÕES * 120. graça moura

… As duas experiências que, por razões muito semelhantes, mais me marcaram foram os dez anos na IN/CM, e os oito como comissário das comemorações dos 500 anos dos Descobrimentos… Se as vacas não eram gordas, não eram esquálidas como são hoje… E eu, que sempre fui contra os subsídios e apoios, penso que neste momento a cultura pode estar em risco de morrer pela sua falta. Porque a sociedade civil, agora, não está em condições de o fazer… isso pode gerar obrigações especiais para o Estado. Porque é um caso de força maior. … E isto pode implicar, por exemplo, a morte do cinema português. Já não se trata de centralismo beneficente, que corresponde a uma certa mendicância de apoios, como aconteceu durante muito tempo, mas sim a uma situação objectiva, incontrolável, que determina a necessidade de intervenções de outro tipo…. 
… Acho que a cultura em Portugal nunca tem as dotações suficientes, sequer para aquilo que sempre pensei que o Estado deve fazer no plano do património, da divulgação da nossa cultura, da sua relação com a escola. Então no que diz respeito ao património edificado tem sido clamoroso. …
… Quando me convidaram para gerir o CCB achei que não tinha nada a perder, e aceitei. …
[Vasco Graça Moura]

escrito por Gabriela Correia, Faro

0 comentário(s). Ler/reagir: