TRUMP(A)

HOJE DECIDE-SE...


Numa crónica intitulada Amanhã será outro dia, mas hoje decide-se, Louçã analisa o "caso grego", na perspetiva do acordo possível, hoje.

Uma citação:
Todos sabem que, se o governo fosse socialista ou de direita, as mesmas propostas gregas teriam sido aceites há muito.
Uma pergunta minha:
Uma das propostas do governo grego é a indexação dos pagamentos ao PIB. Os troikos fazem o manguito. Os mesmos troikos que propõem para Portugal a necessidade de indexar as pensões à evolução da economia, Dualidade (ou trialidade) de critérios?
escrito por ai.valhamedeus

1 comentário(s). Ler/reagir:

Anónimo disse...

mas têm sempre uma boa solução, os gregos, como os portugueses e os outros que tais: mandam os troikos dar uma volta e tratam da sua vidinha, ou seja, arranjam dinheiro para pagar aos seus povos aquilo que lhes prometem.
A verdade é que não o fazem pois nem têm dinheiro, nem forma de o arranjar. Pedincham na Rússia, China, EUA e é o que se vê.
Ter algum para o imediato ou não ter coisa nenhuma, lá vão de "calças na mão" apanhar as migalhas dos troikos - pelos vistos, mesmo mediante condições que lhes desgostam - são os únicos que emprestam.
O sr Louçã e restante companhia devia perceber que isto não é uma questão de direita ou esquerda, mas sim de precisar ou não de dinheiro e das formas de o poder conseguir. Como também muito bem sabe ele e os outros, ninguém é obrigado a estar no euro, ou na UE, ou submeter-se ás regras do capitalismo. Há muitos outros modos de organizar e governar os povos, mesmo na era da globalização... quisessem os governantes e também os povos, é claro... A verdade é que os governantes são incapazes e os povos oportunistas: uns e outros já não sabem o que hão-de fazer sem o capitalismo.